Publicado em: 19 de junho de 2024
Compartilhe:

A Universidade Federal de Roraima (UFRR), por meio do Programa de Pesquisa e Extensão de Apoio a Migrantes e Refugiados Surdos (MiSordo), promove nesta quarta-feira (19) a palestra “Pessoas Migrantes Surdas: a Defensoria Pública como porta de acesso aos direitos”. O encontro ocorrerá às 16h no auditório do prédio do curso Letras/Libras da UFRR localizado no campus Paricarana em Boa Vista.

Realizada em parceria com a Defensoria Pública do Estado de Roraima e o Coletivo Migrantes Surdos (MigranSor), a palestra será ministrada pela defensora pública, Jeane Magalhães Xaud que é também mestre em Sociedades e Fronteiras pela UFRR e integrante do grupo de promoção e defesa dos direitos humanos da DPE/RR. A mediação da palestra será feita pela professora da UFRR e integrante do programa MiSordo, Camila Soncini.

A palestra faz parte de uma programação com diversas ações promovidas pelo MiSordo em comemoração ao Dia Nacional do Migrante e ao Dia Mundial do Refugiado que ocorrem, respectivamente, nos dias 19 e 20 de junho. Conforme a organização, o objetivo é promover diálogos e valorizar a presença da comunidade surda venezuelana em Roraima, além de contribuir com as políticas e a visibilidade específicas no acolhimento e proteção deste grupo.

As ações estão sendo realizadas e organizadas pelo Programa MiSordo com coordenação do professor da UFRR, Paulo Jeferson Pilar Araújo e da professora, Thaisy Bentes de Souza. Além disso, as atividades contam com o apoio do curso de Letras/Libras da UFRR, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Defensoria Pública do Estado de Roraima, Pastoral Universitária, Pan American Development Foundation (PDAF) e a Operação Acolhida.

Todas as atividades são voltadas para as comunidades surdas e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail programamisordorr@gmail.com ou presencialmente no local em que está sendo realizada a ação. Para mais informações ou esclarecimentos adicionais, o interessado pode entrar em contato também pelo mesmo e-mail programamisordorr@gmail.com.

Outras ações

Além da palestra, a programação já realizou outras atividades, como a IV Jornada de Atenção e Escuta para Surdos que ocorreu no dia 06 de junho em parceria com a Pastoral Universitária e a Pan American Development Foundation (PADF).

A ação contemplou momentos de escuta das necessidades dos visitantes, elaboração de currículos, encaminhamentos para exames e laudos médicos, cadastro para vagas de emprego, entre outras.
Conforme uma das coordenadoras do projeto, a professora Thaisy Bentes de Souza, a ação contemplou diversos serviços voltados as pessoas migrantes com deficiência. “Ao todo, atendemos 74 pessoas na jornada. Temos contado com a ajuda de parcerias para a realização de todas as ações, a jornada foi feita com a PADF que promoveu alimentação e outros serviços, a palestra teremos o apoio da Defensoria Pública de Roraima. Todo o apoio e parceria são essenciais”, destacou Thaisy.

Outra atividade realizada foi o curso de Libras voltado de modo exclusivo para surdos migrantes que iniciou no dia 13 de junho. O curso está sendo realizado toda quinta-feira nos espaços do Centro de Capacitação e Educação (CCE) da Operação Acolhida e as aulas seguem até o dia 11 de julho.

E finalizando a programação, no dia 04 de julho, às 08h, acontecerá a exibição do curta “Crisálida – O Filme” também nos espaços do Centro de Capacitação e Educação (CCE) da Operação Acolhida.

O que é o Programa MiSordo?

Criado no ano de 2020, o Programa de Pesquisa e Extensão de Apoio a Migrantes e Refugiados Surdos (MiSordo) ocorre de modo interinstitucional entre a UFRR e a UFOPA. Sua missão é promover a inclusão social, a cidadania e o apoio a migrantes e refugiados surdos.

O MiSordo é pioneiro no trato com surdos em situação de migração e refúgio, buscando unir teoria e prática dentro do campo dos estudos da tradução e da interpretação de língua de sinais, estudos sobre migração e refúgio de surdos, línguas de sinais de fronteira, de migração e a libras como língua de acolhimento.

Entre as atividades realizadas pelo MiSordo estão desde a comunicação e escuta em línguas de sinais, inserção laboral, assessoria jurídica, oferta de cursos voltados para a formação de profissionais multilíngue, divulgação e produção de pesquisa científica e promoção de eventos com a temática. Além disso, o programa busca estabelecer uma rede de cooperação solidária, acadêmica e interinstitucional para apoio desses migrantes e refugiados surdos em Roraima e outros estados do Brasil valorizando as línguas de sinais e a cultura surda.

z-lib registration Откройте для себя мир азарта с вавада. Простая регистрация, удобный вход через зеркало и щедрые бонусы ждут вас. Не забудьте использовать промокоды для увеличения своих шансов на выигрыш. BTC Maximum AI