Publicado em: 8 de fevereiro de 2024
Atualizado em: 9 de fevereiro de 2024
Compartilhe:
Solenidade foi realizada no Salão Nobre da Reitoria. HU/UFRR terá melhorias na gestão e estrutura, atenção à saúde indígena e apoio na formação de profissionais da área da saúde.

Com o objetivo de cumprir mais uma etapa para a implantação do Hospital Universitário (HU-UFRR), a Universidade Federal de Roraima firmou na manhã desta quarta-feira (07) a assinatura do protocolo de intenções com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). O ato ocorreu no Salão Nobre da Reitoria, localizado no campus Paricarana.

Participaram da cerimônia, o reitor da UFRR, José Geraldo Ticianeli, o presidente da Ebserh, Arthur Chioro (que fez sua participação via videoconferência), a diretora de Atenção à Saúde da Ebserh, Lumena Furtado, e o secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda Júnior. Também estiveram na solenidade, o Pró-reitor de Ensino e Graduação da UFRR, Antônio Sansevero, a Secretária Municipal de Saúde, Regiane Matos, o Secretário de Estado da Saúde de Roraima, Edson Castro Neto e o Deputado Estadual/Presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da ALE-RR, Francisco Cláudio Linhares Filho, também conhecido como Cláudio Cirurgião, além de outras autoridades, servidores da UFRR e comunidade em geral.

A assinatura do protocolo de intenções visa estabelecer providências preliminares entre as duas instituições com o intuito de formalizar o contrato para a prestação de serviços de saúde e apoio na formação acadêmica no Hospital Universitário, que será instalado no atual Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco. Entre os serviços que serão prestados estão a assistência médico-hospitalar, ambulatorial, apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade, além da prestação de serviços de apoio ao ensino, pesquisa e extensão voltada à formação de profissionais da área da saúde.

O investimento total será de R$ 100 milhões, sendo R$ 50 milhões provenientes do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal e outros R$ 50 milhões do Fundo da Amazônia. O projeto do novo hospital inclui revitalização da estrutura já existente, construção do terceiro bloco que abrigará o centro cirúrgico e a UTI, criação do Centro de Imagem e Ambulatório de Especialidades Médicas, a ampliação do número de leitos com expectativa de chegar a 256 leitos com a construção do quarto bloco destinado ao atendimento à saúde indígena.

Durante o ato também foi designado o grupo de trabalho formado por representantes da UFRR, da Ebserh e Ministério da Saúde que ficará responsável pela implantação do Hospital Universitário. Integram o grupo os servidores da UFRR: Antônio Carlos Sansevero Martins, as professoras Bianca Jorge Sequeira, Denise Figueiró Mendes e Tarcia Millene de Almeida Costa Barreto.

O reitor da UFRR, José Geraldo Ticianeli, destaca que o momento é histórico para as áreas da saúde e educação em Roraima. “Vamos fortalecer a rede estadual e federal que é uma demanda que o Estado necessita com o fortalecimento do SUS no atendimento daqueles que precisam e a atenção à saúde indígena. Essa vertente assistencial será fortalecida ao trabalhar em rede junto com o Governo do Estado e as Prefeituras. Outro ponto importante é o fortalecimento do nosso tripé formado pelo ensino, pesquisa e extensão com o fomento de novas residências para que possamos aumentar a fixação de egressos, principalmente do curso de medicina, para que eles possam ficar aqui e dar o retorno para sociedade que tanto almeja esse atendimento de qualidade”, afirma o reitor.

Em discurso, o presidente da Ebserh, Arthur Chioro, afirma que o Hospital Universitário terá capacidade técnica assistencial para atender demandas de média e alta complexidade. “Nós temos em Roraima uma universidade com um papel importante para o Estado com capacidade de interlocução tanto com os governos, com a Assembleia Legislativa, com as lideranças indígenas, com as forças da sociedade e suas instituições públicas. Queremos consolidar uma rede de atenção à saúde qualificada, organizada, que cuide e dê acesso de maneira regulada. Para isso vamos fazer investimentos vigorosos”, revela Arthur.

O secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda Júnior, celebra os esforços para que o projeto do HU-UFRR pudesse ser colocado em prática. “Vimos esforços enormes de vários atores, como a UFRR, a prefeitura, o Estado, a sociedade civil, representantes de classe e outros. Essa junção de forças para um bem comum é um grande exemplo que está sendo dado”, afirma.

Outras declarações

O pró-reitor de Ensino e Graduação da UFRR, Antônio Carlos Sansevero, observa a importância de entrar na rede de hospitais gerenciada pelo Ebserh. “Será um avanço essa estrutura estar a serviço desse Estado. Estamos entrando para uma rede de hospitais de alta qualidade. Para o futuro, a ideia que temos que perseguir sendo parte dessa rede é também criar nossa rede com instâncias que atendem a saúde de maneira sinérgica, produtiva, com parceria e articulação forte em todo processo. Espero que tenhamos sucesso com essa empreitada”, afirma.

A secretária Municipal de Saúde, Regiane Matos, aborda a assinatura como um marco para Roraima. “Só temos a ganhar com isso. Tenho plena certeza o quanto vamos avançar no ensino, no investimento de tecnologias e recursos humanos. Acredito no SUS e quanto mais nos unirmos melhor será para que possamos oferecer um SUS cada vez mais fortalecido e resolutivo”, analisa Regiane.

Já o secretário de Estado da Saúde de Roraima, Edson Castro Neto, afirma ser o HU/UFRR uma oportunidade para o crescimento regional. “Reconheço a importância dos hospitais universitários. Ser gerido pela Ebserh é dar apoio aos profissionais e capacitação com residência multiprofissional e só quem ganha é a população. Essa é uma oportunidade para o crescimento da saúde e virão profissionais, cursos e a população anseia por isso”, pontua o secretário.

O deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da ALE-RR, Francisco Cláudio Linhares Filho, também vê a chegada do HU como um caminho fundamental para o desenvolvimento regional. “O hospital federal vem para desafogar o sistema público estadual e municipal em Roraima. Isso engrandece a qualidade de assistência à saúde e a formação de profissional de saúde no Estado”, complementa.

Para a diretora de Atenção à Saúde da Ebserh, Lumena Furtado, a assinatura do protocolo de intenções é um momento de grande alegria. “Queremos prestar um atendimento de qualidade, resolutivo e integrado. Feliz por entrarmos em Roraima de forma definitiva assumindo o compromisso do HC como um hospital da rede Ebserh. Estamos prevendo a ampliação de leitos, de serviços de apoio diagnóstico, inovando com um bloco de saúde indígena. É um projeto importante e que trará resultados positivos para a população”, conta a diretora.

Visita ao Hospital das Clínicas

Após a assinatura do protocolo de intenções, os representantes formados por autoridades locais, estaduais, da Ebserh, Ministério da Saúde e UFRR realizaram uma visita às instalações do Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco que fica localizado na zona Oeste de Boa Vista.

 Sobre a Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Educação (MEC), criada em 2010, e com início de sua operacionalização em 2011. Ela possui a finalidade de prestar serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade. Também presta serviços às instituições públicas federais de ensino ou instituições congêneres de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão, ao ensino-aprendizagem e à formação de pessoas no campo da saúde pública.

A Ebserh possui atualmente 41 hospitais, 8.500 leitos e 60 mil trabalhadores sob sua gestão. Apenas Rondônia, Acre e Roraima ainda não têm Hospitais Universitários Federais.

Tags:
z-lib registration Откройте для себя мир азарта с вавада. Простая регистрация, удобный вход через зеркало и щедрые бонусы ждут вас. Не забудьте использовать промокоды для увеличения своих шансов на выигрыш. BTC Maximum AI