Publicado em: 12 de junho de 2024
Compartilhe:
A agenda de encontros contou também com visitas a comunidades indígenas e à Casa de Saúde Indígena Yanomami e Leste Foto: RCCaleffi – Coordcom/UFRR

O Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal de Roraima recebeu no período de 3 a 6 de junho os representantes da equipe de Telessaúde da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Secretaria de Informação e Saúde Digital (SEIDIGI) vinculada ao Ministério da Saúde. O objetivo foi a realização de uma série de encontros com o intuito de fortalecer a estruturação e implantação do Telessaúde no estado de Roraima.

Nas reuniões foram abordados temas que envolvem o desenvolvimento da área, com assuntos como a telerregulação, a definição dos serviços a serem oferecidos e estabelecimento das linhas prioritárias de trabalho. Também foram realizadas visitas a comunidades indígenas e à Casa de Saúde Indígena (CASAI) Yanomami e Leste.

A coordenadora do Telessaúde da UFSC, Dra. Cristina Calvo, destacou a importância da visita e da troca de conhecimentos. “Acreditamos que o período de permanência em Boa Vista foi muito proveitoso, levando a entendimentos, esclarecimentos e importantes acordos técnicos, com grande potencial de gerar a qualificação dos serviços oferecidos pelo SUS em Roraima. Para a equipe do Núcleo Telessaúde da UFSC, a oportunidade de oferecer apoio a um núcleo na região Norte do país, com problemas muito distintos dos encontrados na região Sul foi muito enriquecedor. Foi um aprendizado fundamental para todos”, pontua a coordenadora.

Para o coordenador do Telessaúde pela UFRR, Dr. Julio Cesar Fraulob, a parceria é estratégica e trouxe uma rica troca de experiências e conhecimentos. “Temos um grande potencial de colaboração entre as equipes da UFRR e da UFSC. O trabalho da UFSC na área de Telessaúde é reconhecido em todo o país e de grande valia para a UFRR na construção de uma rede sólida e eficaz em Roraima”, afirma.

O coordenador ainda destaca a importância da Telessaúde como um grande aliado ao fortalecer o acesso e a qualidade dos serviços de saúde em Roraima. “A Telessaúde pode prestar serviços de saúde à distância e com isso vira uma ferramenta de ampliação do acesso a uma saúde de qualidade, principalmente em regiões mais afastadas. Por meio da Telessaúde, poderemos atender pacientes de diferentes localidades para consultas médicas, acompanhamento de doenças crônicas, exames e outros serviços, sem a necessidade de deslocamentos longos e dispendiosos”, destaca Julio Fraulob.

Implementação do Telessaúde em Roraima

A implementação do Núcleo de Telessaúde da UFRR foi anunciado no ano de 2023 pela Ministra da Saúde, Nísia Trindade. A Telessaúde é um sistema de prestação de serviços de saúde realizado a distância com apoio das chamadas tecnologias da informação e de comunicação (TICs). Entre as vantagens estão a ampliação do acesso aos serviços de saúde sem necessidade de grandes gastos de deslocamento em áreas consideradas remotas.

O núcleo de Telessaúde da UFRR é considerado o 14º do país. A ação envolveu também uma força-tarefa articulada pelo Governo Federal, o estado de Roraima, municípios e várias instituições de ensino e pesquisa. Entre os parceiros estão os Distritos Sanitários de Saúde Indígena (DSEIs), as secretarias municipais e estaduais de saúde, a Rede Universitária de Telemedicina (Rute) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

z-lib registration Откройте для себя мир азарта с вавада. Простая регистрация, удобный вход через зеркало и щедрые бонусы ждут вас. Не забудьте использовать промокоды для увеличения своих шансов на выигрыш. BTC Maximum AI