Publicado em: 27 de março de 2024
Compartilhe:
Equipe do Laboratório considera que a honraria é o reconhecimento de um trabalho coletivo realizado há quase um ano – Foto: Pablo Felippe-Coordcom/UFRR

O Laboratório de Ensino de História e Humanidades Digitais da Universidade Federal de Roraima (Labehd/UFRR) recebeu, no início do mês de março, o Selo do Fórum Saberes Históricos. A honraria, segundo a página do Fórum, é um sinal de reconhecimento atribuído às “práticas de divulgação de saberes ou produções de conteúdo histórico ou historiográfico realizadas em redes sociais ou mídias digitais”, comprometidos com valores científicos e éticos.

O Fórum Saberes Históricos reúne associações profissionais e coletivos diversos que buscam estabelecer compromissos éticos sobre a produção e difusão dos saberes históricos. Segundo o Fórum, o Selo representa um instrumento de luta para os historiadores e outros sujeitos que produzem saberes históricos, buscando integrá-los no debate público em defesa de uma sociedade democrática.

O Labehd/UFRR surgiu em abril de 2023 e inclui em seu portfólio atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão. O projeto possui também um grupo de estudos que já conta com 35 membros, dentre eles: professores da educação básica, alunos da graduação e do Mestrado Profissional em Ensino de História e pessoas interessadas em debater sobre o ensino de História e as mídias digitais. Em razão dos encontros do grupo ocorrerem mensalmente de maneira remota, isso permite que membros de outros estados do Brasil, como Alagoas, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná e Mato Grosso, também participem das discussões.

O Laboratório se destaca pela produção de conteúdos relacionados ao ensino de História nas plataformas digitais, como Instagram e YouTube. E foi exatamente essa presença digital que levou a equipe do Labehd a cogitar a possibilidade de pleitear o Selo do Fórum Saberes Históricos.

Conforme a professora Marcella Albaine, fundadora do Labehd/UFRR junto com a professora Hstéffany Muniz Araújo, os integrantes do projeto souberam a possibilidade de pleitear o Selo durante uma aula aberta com a professora Ângela de Castro Gomes, da Associação Nacional de História (ANPUH) e coordenadora do conselho do Fórum Saberes Históricos, além de docente visitante na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). A partir dessa aula, a equipe passou a estudar o processo de submissão ao Selo. “Em janeiro fizemos a submissão e no início de março recebemos a notícia que o Labehd/UFRR havia sido contemplado com o Selo”, explicou Marcella.

Albaine considera que o recebimento do Selo é a coroação de um trabalho de caráter coletivo que vem sendo realizado há quase um ano. “Recebemos este Selo com muita alegria. É o reconhecimento de um trabalho que consegue atuar no ensino, pesquisa e extensão universitária. Um trabalho que a gente sabe que vinha lutando por qualidade, por espaço”, destacou a professora.

Acadêmicos falam sobre a importância do Labehd/UFRR para sua formação

Artur, Rafaela e Edivan, acadêmicos do curso de Licenciatura em História da UFRR, falaram sobre como a participação nas atividades do Labehd/UFRR tem sido benéfica para suas formações – Fotos: Pablo Felippe-Coordcom/UFRR


Artur Henrique é acadêmico do curso de História da UFRR e também um dos membros fundadores do Labehd/UFRR. Ele considera que receber o selo do Fórum Saberes Históricos foi algo muito gratificante e serve como uma importante chancela para o trabalho que vem sendo feito no Laboratório em região amazônica.

“Receber esse Selo me fez olhar para trás e lembrar de como foi o início do nosso trabalho no Laboratório. Foi um trabalho que tomou grandes proporções. Não imaginávamos que iríamos chegar tão longe em tão pouco tempo. Conhecemos muita gente maravilhosa, fizemos importantes articulações, com a Educação Básica, PIBID, Mestrado. Isso mostra que nosso trabalho está valendo a pena e que a produção acadêmica está acontecendo dentro da UFRR”, afirmou.

Edivan da Silva Nascimento também é um dos acadêmicos fundadores do Laboratório e conta que se aproximou do projeto, pois sempre esteve interessado em aprender mais sobre o uso das plataformas digitais no ensino de História.

“Nós começamos a nos aprofundar cada vez mais nesse conceito de História Digital, que é algo bem vivo nos dias de hoje. Vemos o ensino de História sendo feito por meio de plataformas digitais como Instagram, YouTube, nos podcasts. São recursos que os professores estão introduzindo dentro da sala de aula”, ressaltou. Para o acadêmico o selo do Fórum Saberes Históricos serve para dar maior credibilidade ao trabalho realizado pela equipe do Labehd/UFRR.

Já a acadêmica Rafaela Pinheiro conta que ficou sabendo sobre a existência do Labehd/UFRR por ser orientanda da professora Marcella Albaine e em setembro de 2023 começou a integrar sua equipe. “Fazer parte da equipe do laboratório me fez entender ainda mais sobre o que é educação, para que a educação serve e como a gente pode usá-la como um meio transformador. Isso me deu muito mais bagagem e autoconfiança dentro da sala da sala de aula”, afirmou.

Pinheiro explicou ainda que, por meio das produções digitais das quais ela participou dentro do Labehd/UFRR, pode conhecer pessoas fora de Roraima que tem pesquisas sobre o ensino de História semelhantes a que ela desenvolve. A acadêmica afirmou estar muito feliz e realizada pela conquista do Selo.

“Isso é um reconhecimento pelo trabalho que a gente vem fazendo e isso mostra que o Norte tem historiadores e professores de História sérios, informação e muito a auxiliar na construção de uma nova historiografia, de uma nova forma de ensinar História. Como nós somos da Amazônia, do Norte do Brasil, a gente tem especificidades na forma de ensinar História e outras disciplinas”, analisou Rafaela.

Interessados em conhecer mais sobre o Labehd/UFRR podem visitar o Laboratório presencialmente se dirigindo sala 1 do Núcleo de Documentação Histórica (Nudochis/UFRR) ou também acompanhar as atividades realizadas e vídeos postados no YouTube e Instagram. Pelo agregador de links do Laboratório também é possível ter acesso a outros produtos digitais idealizados pela equipe do Labehd/UFRR.

beylikdüzü escort . Первые шаги в мире онлайн-казино могут быть волнующими, и казино Вавада хочет сделать этот опыт незабываемым. Зарегистрируйтесь сейчас и получите приветственный бонус, включающий 100% от вашего первого депозита и 100 фриспинов. Immediate Altex Казино Вавада приглашает вас начать игру с щедрым бонусом после регистрации. Используйте зеркало для надежного входа и погрузитесь в мир азарта!