Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Hoje comemora-se o Dia do Químico

Publicado: Sábado, 18 Junho 2022 00:00 | Última Atualização: Sexta, 03 Junho 2022 14:19

No dia 18 de junho de 1956, sancionada pelo então presidente Juscelino Kubitschek, foi publicada a lei Nº 2.800, que criou os conselhos federal e regionais de Química, além de dispor sobre o exercício da profissão de químico.

Para lembrar a publicação da lei, 18/06 foi então escolhido para celebrar o Dia do Químico no Brasil. Na Universidade Federal de Roraima (UFRR) a data também é comemorada, pois desde 1991 a instituição oferta esta graduação, colocando no mercado de trabalho centenas de profissionais.

O curso de licenciatura em Química foi criado pela resolução Nº 025/91 do Conselho Universitário (Cuni) da UFRR e reconhecido pela portaria Nº 1.381, de 10 de novembro de 1995, do Ministério da Educação e Cultura.

O Departamento de Química possui atualmente 13 docentes efetivos, todos com doutorado. Desde a primeira formatura já foram graduados mais de 300 alunos. Neste semestre, o curso possui 103 alunos matriculados.

Para falar sobre a importância do curso de Química em suas vidas, convidamos um professor, um aluno e um egresso. Confira nos depoimentos a seguir:

Transformando vidas

Ingressei no curso de Química da UFRR no segundo semestre de 2002, e daí pra frente me apaixonei pelo curso e pela Química, sendo bolsista de iniciação cientifica durante o curso. Após a conclusão da graduação realizei mestrado em Química na própria UFRR. A Química transformou a minha vida.

Hoje sou docente do curso de licenciatura em Química da UFRR, que é muito importante para o desenvolvimento do Estado de Roraima, pois nossos ex-alunos lecionam na rede pública e privada de ensino, atuam nas industrias locais de sabão, iogurte, sorvetes, sucos, dedetização, bebidas; desempenham seus papeis nas secretarias municipais e estaduais de Saúde, de Meio Ambiente, de Vigilância Sanitária, de Agricultura, na Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caer); bem como peritos criminais na Policia Civil, em hospitais e em laboratórios de análises clinicas e físico-químicas.

Nosso maior desafio como docentes de Química é formar profissionais de Química qualificados para o mercado de trabalho e que possam fazer a diferença no mundo, através do trabalho e pesquisas no meio industrial e cientifico em nosso pais, além, é claro, de formar seres humanos responsáveis e cidadãos, já que os químicos aperfeiçoam e desenvolvem serviços e produtos de diversas áreas: medicina, cosméticos, medicamentos, construção civil, alimentos, petroquímica, agricultura etc.

Nossos ex-alunos garantem a qualidade e a segurança de tudo que você usa e consome no seu dia a dia. NÂO VIVEMOS SEM A QUÍMICA.

Francisco dos Santos Panero, professor coordenador do curso de Licenciatura em Química da UFRR.

Além de quadros e cálculos

Meu interesse em Química surgiu no ensino médio, graças às professoras maravilhosas que me fizeram ter amor por essa área.

O curso é sensacional! Pode parecer assustador no início, de tanta informação que recebemos, mas essa é a vida do acadêmico. Com o tempo é possível ficar maravilhado com a quantidade de conhecimento que se pode adquirir sobre tudo ao nosso redor através da Química.

Como ex-bolsista dos programas de incentivo à docência, o PIBID e Residência Pedagógica, faço referência também à influência que temos como discentes do curso para os alunos de ensino médio, apresentando-lhes que a ciência Química vai além de quadros e cálculos.
Sinto-me muito ansiosa para finalizar mais essa etapa da vida, a minha formatura na graduação de Química, com um misto de medo e a certeza de que estou preparada para por em prática tudo aquilo que nos foi ensinado. E, claro, com gratidão a todos os professores do departamento por estar conosco nesta caminhada.

Sara Fernandes, aluna e provável formanda do curso de Química em 2022.

Persistir acima de tudo

Meu nome é Felipe Silva Porto. Me formei em Licenciatura em Química no semestre 2019.2 e vou contar um pouco da minha trajetória acadêmica e profissional. No âmbito acadêmico, sempre tentei me envolver nos programas que poderiam enriquecer meus conhecimentos, me capacitar como profissional da educação e que, de alguma forma, me ajudassem a permanecer na universidade. A exemplo disso, participei do Pibid, da monitoria em química geral e inorgânica e da residência pedagógica.

No curso pude contar com alguns professores excepcionais, que me ensinaram muito. Com alguns até hoje mantenho contato. A universidade foi muito mais que absorção de conhecimento. Tratou-se também de desenvolvimento social e emocional, pois a cada dia existia um obstáculo a ser derrubado, mas que hoje eu percebo que era necessário para o amadurecimento pessoal.

Após formado, teve o início da pandemia, que acredito ter sido difícil para todos nós. Além do abalo emocional por conta da situação de saúde mundial, tinha a questão da perspectiva pós-conclusão, e sempre vinha à mente a seguinte pergunta: "e agora, o que fazer?".

Foi nesse período que comecei a procurar oportunidades de emprego e de cursos de pós-graduação. No início de 2021 consegui entrar no mestrado de inorgânica na Universidade Federal de Alfenas (MG), onde tive a oportunidade de concluir o primeiro bimestre. Mas infelizmente tive que abandonar o mestrado, pois passei no concurso para professor de química do Estado de Roraima e a questão geográfica me impossibilitava de prosseguir com o curso em Minas. Atualmente atuo como professor efetivo de Química e Ciências na Escola Estadual Albino Tavares, zona rural de Boa Vista, onde estou desde o início de 2022.

Aos atuais alunos a mensagem que posso deixar é que se dediquem e saibam escutar os professores, principalmente os mais exigentes. Esses se importam muito com o crescimento de vocês. Não desistam por mais difícil que o caminho possa aparentar ser.

Felipe Silva Porto, egresso do curso de licenciatura em Química da UFRR.

registrado em:
Fim do conteúdo da página