Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Você conhece o curso de Gestão Territorial Indígena da UFRR?

Publicado: Quinta, 10 de Outubro de 2019, 15h22 | Última atualização em Quinta, 10 de Outubro de 2019, 15h41

 

O Núcleo Insikiran de Formação Superior Indígena é voltado para atender povos indígenas de Roraima, ofertando formação profissional moldada às particularidades culturais dos docentes. Um dos cursos oferecidos é o de Gestão Territorial Indígena. Você sabe qual o objetivo dele?

O bacharelado existe há 10 anos, e forma indígenas para serem atores de transformação social, política e econômica na região amazônica. O curso desenvolve atividades para compreensão e gestão de processos sociais em territórios indígenas.

Mais precisamente, a formulação, desenvolvimento, monitoramento e avaliação de políticas que garantam a auto sustentação e defesa do patrimônio cultural e natural. Além de infraestrutura e dos empreendimentos necessários para melhorar a qualidade de vida de suas populações.

Atividade Acadêmica

O curso tem duração de oito semestres em regime integral e conta com carga horária distribuída em tempo universitário, que ocorre dentro da sala de aula, e tempo comunitário, em que os acadêmicos vão para as comunidades e atuam fazendo pesquisas relacionadas à sua área.

Conclusão do Curso

Nos dois últimos anos do bacharelado, o aprendizado é voltado para a formação em quatro ênfases: Atividades Produtivas e Manejo Ambiental (Agroecologia); Patrimônio Indígena; Serviços de Infraestrutura e Empreendimentos Sociais.

Visando agregar ainda mais conhecimento a respeito das questões territoriais, a UFRR ofereceu o Seminário de Gestão Territorial Indígena no dia 7 de outubro, com o tema: Questão energética e mineração em Roraima.

A estudante Libinna Marques Sanches da comunidade da Mangueira, que cursa o segundo semestre, acompanhou o seminário e falou da importância desse momento: “Um seminário voltado para questões tão atuais como energia e a mineração era uma demanda dos alunos do curso e sem dúvida tiramos bom proveito disso já que envolve diretamente nos conteúdos vistos em sala de aula e no trabalho em campo”.

A estudante se diz satisfeita com o empenho realizado pelo Insikan em sempre buscar o crescimento didático para o curso juntamente com a UFRR, que está sempre apoiando a permanência dos alunos indígenas por meio de auxílios estudantis como a Bolsa Permanência e o Vale Alimentação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página