Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Programa Indígena de Gestão em Saúde e Meio Ambiente encerra 1º ciclo de ações

Publicado: Sexta, 19 de Fevereiro de 2021, 11h22 | Última atualização em Sexta, 19 de Fevereiro de 2021, 17h48

As ações de extensão favorecem o diálogo entre a universidade e a comunidade de uma forma geral, propiciando aos participantes, uma experiência de vida que fortaleça sua formação acadêmica e, também, como cidadãos engajados no mundo profissional”, explica o professor Eliseu Adilson Sandri, responsável pelo Programa Indígena de Gestão em Saúde e Meio Ambiente que encerrou seu primeiro ciclo de ações. 

O Programa, vinculado ao curso de Gestão em Saúde Coletiva Indígena do Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena da Universidade Federal de Roraima (UFRR), teve início em abril de 2018. O projeto conta com o apoio da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão (Prae). 

O projeto foi desenvolvido a partir das linhas consideradas prioritárias para Roraima. O propósito é integrar de forma social e dialógica a tríade ensino/pesquisa/extensão, com a participação acadêmica, sociedade em geral e parcerias externas, capacitando o gestor em saúde.  

 

Fotos cedidas pela coordenação do Programa

O programa tem um formato permanente e contínuo. Conforme o coordenador, o objetivo é “promover a qualificação dos alunos sobre desenvolvimento de capacidades necessárias na busca da excelência do conhecimento sobre gestão em saúde e meio ambiente de forma prática e profissional”, explica Eliseu Adilson Sandri. 

Durante o primeiro ciclo, o coordenador do programa destaca a realização de atividade de campo com análise de solo para aterro sanitário na Comunidade Indígena Malacacheta, município do Cantá; o Projeto de Sistema Integrado Lavoura-Pecuária-Floresta, na Comunidade Indígena Napoleão, em Normandia e a pesquisa-ação: Educação Ambiental aplicada aos Resíduos Sólidos da Comunidade Indígena Milho, em Boa Vista-RR. 

 

Fotos cedidas pela coordenação do Programa

Além disso, o Programa realizou seminário sobre Histórico da Ética em Pesquisacurso sobre Geoprocessamento em Saúderoda de conversa sobre Prevenção do Suicídio em Comunidades Indígenasentre outras atividades, com a participação ativa do corpo docente, discente e a interação com a comunidade local e regional. 

Como resultado, Programa Indígena já certificou mais de 2.500 participantes, gerando artigos científicos e produtos específicos da área de gestão em saúde e meio ambiente, em prol dos povos indígenas de Roraima. 

 

CoordCom/UFRR 

Com colaboração de Selmar Almeida/Prae 

registrado em:
Fim do conteúdo da página