Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Centro Amazônico de Fronteiras comemora aniversário com várias atrações

Publicado: Quarta, 24 de Outubro de 2018, 12h00 | Última atualização em Quinta, 08 de Novembro de 2018, 18h15

O Centro Amazônico de Fronteiras (CAF) da Universidade Federal de Roraima (UFRR) realizará no dia 09 de novembro uma grande festa em comemoração aos seus cinco anos de história. A programação começa às 16 horas, com o lançamento do Portfólio da Coordenação de Cultura, na sala de Cinema do CAF, com o Madrigal da UFRR. 

Às 19h, iniciam as apresentações musicais e de dança, com o projeto Girassol em parceria com a Banda Paricarana. Logo em seguida, o grupo de colaboradores da UFRR, formado por servidores e profissionais terceirizados, protagoniza um espetáculo com músicas instrumentais. O evento continua com os Músicos do Lavrado, conjunto integrado por professores e alunos da instituição. 

Além deles, a festa terá a participação especial da My Favorite Band, banda de voluntários venezuelanos que se prontificaram a mostrar o seu talento na festa.  O encerramento da noite será com a Banda Cruviana, que é formada em sua maioria, por alunos indígenas da Universidade. 

Ao longo de todo Aniversário, no estacionamento do CAF, a Feira Jandaia Sol marcará presença com a venda de artesanatos e demais produtos artísticos. A entrada é gratuita. 

O evento conta com o apoio cultural da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura de Boa Vista (Fetec), que gentilmente cedeu as barracas para a realização da Feira, da Jandaia Sol e da Editora UFRR. 
O Aniversário do CAF é organizado pela Coordenação do Centro Amazônico de Fronteiras, em parceria com a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão (Prae) e a Coordenação de Cultura da UFRR. 

ENSAIO ABERTO: No dia 08 de novembro, a partir das 18h, no CAF, será realizado o Ensaio Aberto do Aniversário. Todos estão convidados para conferir em primeira mão as atrações da Festa. 

ATRAÇÕES:

Projeto Girassol: Ação extensionista que promove oficinas de redação, português, dança, língua estrangeira e artes às pessoas idosas. A ideia do projeto é estimular a socialização e alavancar a autoestima dos participantes. A apresentação de dança é coordenada pela acadêmica Samara Siqueira e pela coreógrafa e coordenadora pedagógica do Instituto Batista de Roraima (IBRR), Márcia Braz.

Banda Cruviana: Criada em 2013, a partir do Programa de Extensão Insikiran Anna Eserenka, coordenado pela professora Ise de Goreth, o grupo é formado por alunos das etnias Macuxi e Wapichana, além de acadêmicos não indígenas. A proposta é divulgar e valorizar a cultura indígena, fortalecendo o protagonismo de jovens indígenas, por meio de intercâmbios de saberes musicais. Seu repertório é baseado em composições autorais de indígenas e não indígenas.

O nome Cruviana é oriundo do povo Macuxi e refere-se ao assobio do vento frio da madrugada, que é o espírito de uma mulher muito linda de cabelos longos e que causa um arrepio e, às vezes, medo a quem ouve e sente. A Coordenação de Cultura (CCult) da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão coordena o processo seletivo dos integrantes da banda.

Informações: Coordenação de Cultura (Ccult), sala 417, e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e Coordenação do Projeto Insikiran Anna Eserenka, sala 2, bloco C do Instituto Insikiran, e-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página