linha top1
Universidade Federal de Roraima

Metodologia

O Mepa parte da visão geral que: a paisagem é um agrupamento de elementos funcionais mutantes, fruto de processos naturais (físico-químico-biológico); e sociais (cultural, econômico e político). As paisagens possuem estruturas homogêneas (unidades da paisagem/habitats/geounidades) as quais variam na escala espacial e temporal. Estas unidades homogêneas conformam um mosaico de unidades que se diversificam tanto na função como na estrutura - formando uma PAISAGEM;

 

I) Baseia-se em caracterizar o uso e cobertura da terra e a compartimentação fisiográfica do relevo, como base para análises dos parâmetros morfométricos da Paisagem. As métricas da paisagem envolvem em identificar os diferentes graus de fragmentação, diversidade de manchas, agrupamento, graus de conexão e aspectos geomorfométricos do relevo, em uma associação com a dinâmica territorial da região em estudo. Este conjunto de análises nos permite obter dados dos elementos naturais, os quais estão interconectados na paisagem regional, levando em consideração o interesse sobre o desenvolvimento socioeconômico (através das formas de uso e redes de conectividades), cuja finalidade é a análise dos graus de hemerobia (Blume e Sukopp, 1976) - ver Morais e Carvalho, 2013. [ Publicações menu lateral]; 


II) Também tem em sua base metodológica a caracterização e classificação das tipologias das áreas úmidas nas regiões de estudo, visando os aspectos hidrogeomorfológicos, e do meio biótico, com a descrição dos diferentes habitats inseridos nestes ambientes. Análises que fornecem subsídios para uma classificação regional e compreensão da relação entre o meio físico-biótico, possibilitando condições de estabelecer critérios de avaliação para o planejamento e gerenciamento do uso da terra, problemática enfrentada frequentemente nas redes de expansão urbano-rural.


III) Utiliza técnicas de sensoriamento remoto/geoprocessamento/SIG, como as descritas em Carvalho e Carvalho (2012). Os produtos obtidos, derivados da base de uso e cobertura da terra e da geomorfometria, são processados em programas específicos: SAGA/Quantum Gis/Fragstats/GVSig.

 

Objetivos:

- Trabalhar com os princípios básicos e métodos propostos em Sistemas Ambientais - Geossistemas e a Ecologia da Paisagem;

 

- Criar uma vertente de análise quantitativa da estrutura da paisagem;

 

- Compreender a função dos elementos que compõe a paisagem;

 

- Compreender a dinâmica destes elementos, suas inter-relações;

 

- Analisar a dinâmica dos elementos (cobertura e uso da terra) e suas mudanças (escala espacial e temporal);- 

 

- Análise dos padrões espaciais e temporais das manchas/unidades/habitats/geounidades.

 

 * No item Didático, menu lateral, encontram-se metodologias adequadas à temática do Mepa [arquivos "Metodologias I,II,III"].