Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

“É um verdadeiro presente na construção do saber”, disse reitor em homenagem aos 30 anos da UFRR na Câmara dos Deputados

Publicado: Quarta, 11 de Setembro de 2019, 12h44 | Acessos: 169

 

Considerada como uma jovem instituição de ensino superior no Brasil, a Universidade Federal de Roraima (UFRR), completa seus 30 anos e para iniciar as celebrações no mês de setembro, recebeu hoje (10/09), homenagem da Câmara dos Deputados.

Requerida pelo deputado federal Hiran Gonçalves (PP-RR), a sessão contou com a presença de parlamentares da Bancada de Roraima, ex-reitores da UFRR, direção do Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena e demais autoridades. 

Prestou homenagem na tribuna do plenário Ulisses Guimarães, o primeiro reitor da UFRR, José Hamilton Gondin, os ex-reitores Roberto Ramos e Gioconda Martínez, o ex-senador Mozarildo Cavalcante, a deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR) e o atual reitor, Jefferson Fernandes, primeiro reitor indígena do Brasil, além de outras autoridades e parlamentares que prestaram suas homenagens.

O professor Jefferson Fernandes, profissão que lhe dá muito orgulho, segundo ele, agradeceu a homenagem e disse que o tempo de celebração é também uma pausa para gratidão. Disse que diante do tempo que representa a Universidade no contexto da educação brasileira, localizada no extremo norte do país, os 30 anos de sua existência, “é um verdadeiro presente na construção do saber”, expressou ele, durante a homenagem.

“Estamos unidos pela diversidade”, disse ele, ao mencionar o Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena, “responsável por um dos projetos mais inovadores do país, a formação intercultural de professores e gestores indígenas”.

Entre os atuais projetos da Universidade, citou a criação, em março de 2018, do Centro de Referência do Migrante, que tem prestado serviço de orientação e proteção, integração de venezuelanos e de outras nacionalidades que chegam ao estado de Roraima.

No contexto da representatividade indígena nas instituições públicas, a deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR), primeira parlamentar indígena do Brasil, ex-aluna da UFRR, cursou Direito em 1997, também prestou sua homenagem.

“Quero assim deixar minha mensagem gratidão e de comprometimento com esta Instituição e que ela preserve, com a luta do seu corpo docente, alunos, funcionários e com o apoio da sociedade roraimense e das autoridades, a sua autonomia plena e democrática de ser uma universidade pública e de qualidade”, expressou Joenia, na defesa das universidades públicas, em especial UFRR, que supera desafios no atual cenário de retrocessos, cortes nos recursos e um risco na autonomia de gestão administrativa e política.

Na UFRR, são ofertados 48 cursos de graduação, 16 mestrados e 4 doutorados. No corpo docente, 9. 079 alunos, matriculados nos ensinos básicos, técnicos, graduação e pós-graduação, 2% da população de Boa Vista.

Texto: Assessora parlamentar Mayra Wapichana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página