Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Gestão compartilhada: Equipe da Administração Superior realiza visita técnica ao campus Murupu para ouvir demandas

Publicado: Quarta, 16 de Maio de 2018, 18h03 | Acessos: 196

O reitor da UFRR, professor Jefferson Fernandes, pró-reitores e gestores de unidades administrativas da UFRR realizaram visita técnica ao campus do Murupu nesta segunda-feira (14), onde está localizada a escola Agrotécnica (EAGRO/UFRR) para conversar com professores, técnicos e estudantes.

A agenda foi programada a partir do compromisso firmado no dia 24 de abril entre a reitoria da UFRR e uma comitiva composta por estudantes e professores.

O diretor da Escola Agrotécnica, Jandiê da Silva Araújo, explica que a visita da equipe da Reitoria realizada nesta segunda (14), foi importante considerando que cada unidade de ensino tem as suas particularidades e, muitas vezes, os gestores não conhecem pontos particulares que necessitam de atenção e o fluxo das tramitações de processos pode tornar-se mais demorado. “Escutar as unidades é um ganho para a UFRR. O reitor sempre nos recebe muito bem e, nesta visita ao Murupu, pedimos maior agilidade na resolução dos problemas identificados”, disse o diretor, ressaltando a necessidade da construção de um bloco de salas de aulas para atender novas turmas de cursos tecnológicos em 2019, como o curso de Agroecologia.  

O diretor destaca que as universidades estão sofrendo com a crise nacional e que o diálogo interno é fundamental nesta hora. Para ele, as soluções devem passar por este diálogo proposto pela gestão de ouvir, sobretudo, as pessoas que estão à frente das unidades. “O MEC cobra eficiência das universidades públicas mesmo sem termos as condições ideais. Temos que ser sim eficientes, mas temos que ter condições de trabalho. Veja o exemplo de alguns contratos que estão parados, a dificuldade com os transportes e as limitações impostas para a terceirização de recursos humanos. Precisamos dar uma justificativa para a comunidade", assinalou.  

Para o diretor, a UFRR precisa melhorar a fiscalização dos contratos de manutenção predial junto aos fornecedores, uma vez que muitas empresas fazem o serviço e no outro dia, as unidades apresentam os mesmos problemas. “Com as chuvas, o CCA e a EAGRO dependem de máquinas para manutenção e limpeza e temos que entender como estão os processos”, apontou.

O reitor Jefferson Fernandes ouviu os participantes da reunião e respondeu às perguntas sobretudo, nas áreas de infraestrutura e manutenção do campus e abastecimento de água. “Nosso compromisso é estabelecer este diálogo mais próximo com a unidade para ouvir as demandas e realinhar algumas ações para alcançar resultados positivos, dando condições para que o campus melhore o atendimento aos nossos alunos”, destacou. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página