Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Professores da Escola Agrotécnica e senadora Ângela Portela discutem projetos para Campus Murupu

Publicado: Sexta, 19 de Maio de 2017, 15h41 | Acessos: 490

A direção da Escola Agrotécnica (EAGRO) da Universidade Federal de Roraima (UFRR), professores da unidade e a senadora da República, Ângela Portela (PDT), discutiram na manhã desta quinta-feira (18), diversas demandas e possíveis projetos a serem desenvolvidos por meio de emendas parlamentares para a melhoria do Campus Murupu.

Foto:Eduardo Sales

O diretor da Eagro/UFRR, professor Jandiê Araújo da Silva, informou que a unidade acadêmica atende à comunidade do entorno e alunos da capital em vários cursos, uma vez que está situada em um região importante para o desenvolvimento da agropecuária, na produção e processamento de alimentos. Neste sentido, segundo o diretor, são observadas as demandas por melhor infraestrutura, na perspectiva da segurança do local, por meio de cerca adequada ao campus, assim como a construção de salas de aulas e um prédio para a administração.

A estrutura física do campus Murupu foi adaptada a partir do que havia na antiga sede da fazenda Bamerindus, cedida pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Roraima, à UFRR em janeiro de 2008. Fica localizada a 35 quilômetros de distância da capital. Ali ficam localizados o Projeto de Assentamento (PA) Nova Amazônia e a região do Truarú, que ainda não dispõem de atendimento de saúde para comunidade. Desta forma, os professores destacaram a importância de um projeto que atenda estas comunidades vizinhas com uma Unidade de Saúde.

O diretor assinalou ainda o interesse na ampliação da oferta de cursos, como a criação do curso Técnico em Alimentos, que vai favorecer o processamento e o fluxo de produção, aproveitando as potencialidades da região, em diálogo com os produtores locais, uma vez que hortaliças e frutas em Roraima tem a mosca da carambola como a principal ameaça no processo de exportação.      

Estiveram na reunião os professores Rafael Jorge, coordenador de Serviços Gerais; Myriam Filomena, coordenadora de Alojamento; Daniela Cavalcante, coordenadora geral de Ensino; e Francisco das Chagas, ex-aluno do curso de Agroecologia da EAGRO, que também é produtor rural.

Prazos – Na reunião, a senadora Ângela Portela solicitou que as demandas sejam encaminhadas por meio de projetos até setembro deste ano, uma vez que as emendas parlamentares pleiteadas são analisadas e aprovadas no final do ano. A senadora tem mantido diálogo direto também com a Administração Superior, por meio da Reitoria da UFRR, uma vez que é servidora licenciada da instituição e tem um histórico de ação profissional e parlamentar em prol da educação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página